Judoca da David Moura Academia de Judô conquista medalha de ouro em Paris

Compartilhe

Delegação brasileira de judô compete no Gymnasíade, maior evento multi esportivo para estudantes de 16 a 18 anos

20 de maio de 2022 Olhar Esportivo

“Mais uma Gymnasiade na história do esporte escolar do Brasil. Trouxemos a maior delegação. Isso é importante para a consolidação do esporte escolar no Brasil e no mundo, através da ISF. Estou muito satisfeito em chefiar essa delegação, que é de grande relevância, para as escolas no Brasil, para a CBDE, para todos os jovens do Brasil. É o nome do esporte escolar do Brasil em uma competição tão importante”, avaliou Sérgio Rufino

O Brasil, que começou se destacando com o maior número de atletas inscritos, teve entre eles Cristi Rian, judoca cuiabano de apenas 17 anos que vinha ganhando notoriedade no cenário nacional de judô e teve uma grande estreia internacional. 

Cristi,  faz judô desde os 7 anos, seu primeiro professor foi o Wellington Bezerra e desde 2018 é atleta da academia David Moura. A partir do ano passado, vem fazendo parte dos treinos olímpicos da academia. 

O cuiabano foi incansável, iniciou competindo contra o argelino, passou bravamente pelo lituano, fez semifinal com o cazaquistanês e na final contra o anfitrião francês tomou a iniciativa, fez a melhor pegada, forçou o adversário a se arriscar em um ataque e reverteu encerrando assim a luta em apenas 20 segundos, o que lhe garantiu o ouro no Mundial Escolar de 2022.

“O resultado do Cristi é uma grande conquista para o esporte de Mato Grosso. Ele é um atleta muito dedicado e um exemplo a ser seguido. Com certeza encontramos um diamante! Vai trazer muitas alegrias para o nosso estado!  Além disso, fico feliz de ver todo o trabalho da nossa equipe dando resultados” Disse David Moura.

Publicar Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *. Preencha os campos

*