Polícia Civil apreende adolescente envolvido em morte de vítima decapitada em Cáceres

Compartilhe
Investigações apontaram que crime cometido a mando de uma organização criminosa

Camila Molina | Polícia Civil-MT

Um adolescente envolvido no homicídio em que a vítima teve a cabeça decapitada, ocorrido na madrugada deste domingo (06.11), em Cáceres (228 km a oeste de Cuiabá) foi apreendido em rápida ação realizada pela Polícia Civil poucas horas após o crime.

O menor de 16 anos, que teria praticado o crime a mando de uma facção criminosa, foi autuado em flagrante no ato infracional análogo ao crime de homicídio duplamente qualificado por motivo torpe e pela prática de tortura e outro meio insidioso e cruel para cometer o crime.

O corpo da vítima Paulo César Gonçalves Neto, de 44 anos, foi encontrado no início da manhã deste domingo (06), atrás de uma igreja, no bairro Santos Dumont, com várias perfurações de arma branca pelo corpo e com a cabeça decapitada. Logo após os fatos, um vídeo mostrando a vítima sendo assassinada passou a circular por meio de aplicativo de mensagens whatsapp.

Assim que foi acionada do homicídio, a equipe da Polícia Civil iniciou as diligências e conseguiu levantar informações de que o adolescente seria a pessoa que aparecia no vídeo aplicando os golpes de faca contra a vítima. Diante da informação, os policiais foram até a casa do menor, que questionado, confessou a participação no homicídio, relatando com detalhes as torturas e os requintes de crueldade utilizados contra a vítima.

Diante dos fatos, o menor foi conduzido à Delegacia de Cáceres, onde está sendo ouvido pelo delegado Igor Sasaki, e será autuado pelo ato infracional análogo ao crime de homicídio duplamente qualificado. “Foi apurado que o adolescente agiu como soldado da organização criminosa, matando a vítima após receber a ordem de outro membro da facção. As investigações seguem em andamento para identificar outros envolvidos, assim como a motivação do crime”, disse o delegado.

Publicar Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *. Preencha os campos

*